O Polo Experimental de Convivência Educação e Cultura é um dos eixos estruturantes do mBrac, que integra saúde, arte e educação no desenvolvimento de seus programas. Suas atividades são realizadas no Centro de Convivência, na sede do mBrac, no território onde o museu se localiza e nas redes sociais vinculadas ao Museu. 

Através de seus programas busca ativar, partilhar e expandir as experiências, memórias, narrativas e o repertório sensível dos frequentadores e participantes – usuários e profissionais dos serviços de saúde mental, artistas, comunidade, estudantes, professores, pesquisadores, entre outres – a fim de criar novas perspectivas sobre a prática artística contemporânea, a educação, o cuidado em saúde mental e possibilitar a integração psicossocial.

Objetivos:

 

  • Ampliar o acesso à arte contemporânea, em especial a obra de Arthur Bispo do Rosário, Stela do Patrocínio e os artistas integrantes do Atelier Gaia, através de ações educativas ligadas às exposições;
  • Colaborar para a construção e difusão da memória local através das ações realizadas com a comunidade e usuários da rede de saúde mental da região.
  • Desenvolver plataformas de pesquisa e formação continuada nos campos da arte, educação e saúde mental;
  • Promover intercâmbio artístico e cultural;
  • Possibilitar um ambiente favorável à criação, ao cuidado e à prática poética;
  • Oferecer ações de lazer e convivência para o público frequentador;
  • Promover a inserção social para usuários do sistema de saúde mental através de programas de formação e geração de renda;
  • Romper com os estigmas relacionados às noções de loucura em nossa sociedade.